Phytopeel é creme para remover manchas no rosto

Muita gente que chega ao dermatologista, busca por um creme para clarear manchas no rosto. A maior parte das queixas se refere ao que se chama Melasma.

Esse escurecimento da pele pode ocorrer por causa do excesso de exposição ao sol, bem como pela idade mais avançada ou alterações hormonais, por exemplo.

Isso incomoda muito, sobretudo porque as manchas surgem principalmente no rosto, uma região muito sensível.

Uma das principais alternativas recomendadas nesse caso, é o uso do creme para clarear manchas no rosto, mas muitos deles possuem efeitos indesejados e compostos perigosos. Por sorte existe uma opção bem mais segura que pode substituir esse produto. Continue lendo esse texto para entender mais sobre esse problema e tipo de produto.

Creme para clarear manchas é eficiente?

Muitas pessoas que chegam no consultório do dermatologista se queixam do problema e buscam por um creme para clarear manchas.

Por sorte existem muitos produtos que podem ser usados, dependendo do tipo de mancha. Sendo assim, o diagnóstico é muito importante.

Na maioria dos casos, esses produtos funcionam bem. Mas independentemente de qual o creme escolhido, a maioria deles possui componentes químicos que podem ser prejudiciais para a sua saúde. Por isso, o melhor é buscar por alternativas naturais e que sejam eficientes.

O diagnóstico depende de uma boa avaliação

Assim como acontece com outros problemas de saúde, o diagnóstico das manchas na pele é essencial para que se possa realizar o tratamento adequadamente.

Isso pode ser difícil porque existem muitos tipos de manchas diferentes. Enquanto algumas se devem à exposição solar excessiva, outras ocorrem devido à presença de fungos e bactérias.

A primeira coisa a se fazer é ter atenção às características, para que o diagnóstico seja realizado corretamente.

Manchas que coçam ou que se abrem na forma de feridas, geralmente são provocadas pela presença de microrganismos. Mas há muitos tipos, então conheça os principais a seguir:

Manchas escuras ou amarronzadas na pele

A maioria das queixas dermatológicas envolvendo manchas diz respeito a manifestações marrons. Veja o que pode ocasionar isso:

Nevos

Essa é a denominação médica para se referir a uma pinta. Essas são pequenas, simétricas e ocorrem pelo acúmulo de células de melanina, os melanócitos.

Mais frequentes em áreas de maior exposição solar, esses sinais também podem acompanhar o indivíduo desde o nascimento.

Os nevos em si não representam problemas sérios, mas é preciso ter atenção porque aproximadamente 30% dos cânceres de pele surgem a partir de nevos que já existem.

Melanoma

É um tipo de câncer de pele que se origina a partir dos melanócitos, ou seja, das células formadoras de melanina.

Em casos mais graves podem ocorrer metástases, fazendo com que o problema se dissemine pelo corpo.

Melasma

Melasmas são manchas escuras que surgem principalmente na região do rosto e, que são ocasionadas pela exposição ao sol e alterações hormonais, por exemplo.

O problema pode surgir também nos braços, costas, no colo, entre outros locais.

Melanose ou mancha senil

Sabe aquelas manchas bem pequenas que aparecem nos braços e do dorso das mãos, principalmente?

Esse problema surge sobretudo em pessoas mais velhas, que passam muito tempo expostas ao sol.

Manchas de acne

Surgem depois do processo inflamatório da acne. Primeiro surgem como lesões/manchas avermelhadas e durante a cicatrização pode ocorrer a hiperpigmentação com o tempo e com a exposição ao sol.

Sardas

Essas pequenas manchinhas são mais frequentes em pessoas de pele clara. Em muitos casos elas estão presentes na infância e adolescência e desaparecem na fase adulta.

Apesar de não serem perigosas, elas podem ser um indicio de que a pessoa está se expondo demasiadamente ao sol.

Manchas vermelhas na pele

As manchas avermelhadas na pele podem indicar que existe um quadro instalado de rosácea, um problema vascular inflamatório crônico.

Alguns cremes e medicamentos para manchas podem ajudar. Mas na maioria das vezes é preciso usar antibióticos.

Manchas brancas na pele

Menos frequentes, as manchas na pele podem indicar um quadro de leucodermia, que indica a ausência ou redução da quantidade de melanina.

Isso pode ocorrer por causa de problemas como pano branco, vitiligo e albinismo.

As manchas pioram no inverno?

A resposta para essa pergunta depende muito do ponto de vista. Diretamente, o inverno não influencia na piora das manchas de pele.

Mas o que acontece de verdade é que as pessoas relaxam com o uso de protetor solar porque pensam que o sol nessa época é menos intenso e não faz mal.

Assim a pele acaba sofrendo com os efeitos nocivos dos raios ultravioletas. E combinado a isso, ainda existe o ressecamento que pode ocorrer por causa do frio. Isso pode levar ao surgimento ou piora das manchas.

Além disso, deve-se considerar que a luz artificial também pode prejudicar a sua pele. Sendo assim, nunca deixe de usar protetor solar, independentemente da estação do ano.

Como o creme para clarear manchas funciona?

A maior incidência das manchas se deve à exposição excessiva da pele aos raios ultravioletas do sol.

Conhecidas como Melasma, esse problema pode ser corrigido, mas isso pode ser difícil. O melhor é evitar o surgimento delas, por meio do uso diário de protetor solar.

Depois que elas surgem, é preciso procurar por um dermatologista de confiança, diagnosticar o tipo de problema e então iniciar o tratamento.

Geralmente isso é feito com um creme para clarear manchas, que atua nas camadas mais superficiais da pele.

No entanto, no caso de manchas profundas ou elevadas, o tratamento é mais difícil. Em casos de sardas e Melasma, o creme costuma diminuir um pouco a intensidade.

O problema é que muitos desses produtos possuem compostos químicos nocivos e até descamam a pele.

A ação esperada é a de renovação celular, diminuição da deposição de melanina e impedir a síntese descontrolada dela.

PhytoPeel substitui o creme para clarear manchas em muitos casos

O PhytoPeel é um produto totalmente inovador, com formulação natural, elaborado a partir de ingredientes provenientes da Amazônia.

O seu principal ingrediente é a argila rosa, e o uso recomendado é na forma de máscara facial. Esse tratamento de beleza é simples, agradável, totalmente indolor e prático.

Pela sua capacidade de eliminar manchas de pele como Melasma, o PhytoPeel pode substituir o creme para clarear manchas no rosto tradicionais.

Conclusão

O uso de creme para clarear manchas pode ser prejudicial para a saúde em muitos casos. Mas o PhytoPeel é uma alternativa simples, eficiente e totalmente natural.